Lições de amor

love-lessonsA vida nos surpreende a cada instante. Não temos controle sobre nada nesta nossa porca e miserável vida. Um dia achamos que somos eternos e em outro percebemos a nossa finitude. Somos tolos em achar que somos donos de alguma coisa na vida. Não somos. Vivemos através dos nossos erros e acertos. Quando pensamos que estamos acertando, erramos. Quando pensamos que erramos, acertamos. Quanta incoerência. Na verdade, raramente somos gratos pelas incoerências que enfrentamos.

Formamos nossas convicções durante os anos e vamos amadurecendo. Pensamos tantas coisas, mas no fundo, no fundo mesmo, queremos o amor, queremos ser amados. Tememos o abandono. Queremos resgatar nossa vida pelo amor. E o que é o amor, se não o sangue da vida. Ele une o que está separado há muito tempo. Ele junta os opostos. Faz com que o tempo pare. Transforma longos anos em um simples átimo de tempo. Não duvide da força do amor. Ele transforma vidas e derruba padrões que criamos em nossa mente doentia. Quebra o que era coerente em mil pedaços incoerentes e te enlouquece.  Muita gente é solitária de forma doce. Mas eles só saboreiam o doce sabor da vida real quando conectados a alguém. Descobrimos com as primeiras experiências a apaixonada intensidade, que o amor pode oferecer e a dor que pode causar.  Esse amor é o mais puro, o mais inebriante de todos.

Às vezes, as lições de amor são apavorantes, nos enche de provas dificílimas e deixa-nos sem chão. É como o Indiana Jones que tinha que atravessar o abismo sem ponte para pegar o Santo Graal. O amor é algo simples e que preenche nossa vida. Não é cheio de diamantes, flores e borboletinhas saltitantes. É o cálice que o Indy escolheu. Ele é simples, tosco. Mas o amor nos ensina a crescer. Crescer significa que seus sonhos mais loucos não podem ser realizados. Crescer significa abandonar esses sonhos pueris em troca de uma conexão mais profunda, mais duradoura e que transcende essa vida.

Se não temos essa consciência sobre o amor, começamos a fantasiar. Os devaneios satisfazem os desejos. As fantasias tornam nossos desejos em realidade que nos liga a desejos antigos não satisfeitos.

E isso é efêmero, fantasias são efêmeras, desejos são efêmeros. O amor não é.

O amor ultrapassa o limite da vida. O amor nos ensina o quanto nossa alma é imortal….

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s