A dura lição dos resultados de uma eleição…

tristezaE agora? O Trump ganhou. Os meios de comunicação de fora do país e quase que 100% daqui do Brasil perderam. Sim, a mídia perdeu feio. Segundo as histórias que eles nos contaram, e nas mentiras que  acabaram acreditando entre eles mesmo, parecia que o que aconteceu nesta madrugada era praticamente o impossível. Foi uma noite de pesadelos para os “midiáticos torcedores profissionais” da Hillary.

Todas as pesquisas de opiniões erraram feio e com isso, criaram uma aura de unanimidade um tanto quanto perigosa no mundo todo. Criaram uma propaganda midiática que deixariam Joseph Goebbels envergonhado.

Aqui no Brasil, apenas alguns canais independentes como Terça Livre –  (recomendo muito) e Rádio Vox – (também recomendo), davam crédito a uma possível vitória de D. Trump. Porém, a grande mídia de massa, jamais aventou a possibilidade de uma derrota de Hillary. Só torciam descaradamente pela candidata democrata. Mas como disputa política não é como uma partida de futebol…

Pelo fato de eu acompanhar esses canais de comunicação alternativos, não me sinto vítima de uma conspiração por parte da mídia global. O que esse jornalismo tendencioso fez não foi a cobertura das eleições americanas, foi uma ampla campanha publicitária a favor de Hillary Clinton, onde canais de notícias como a Globo News e similares, não poupou esforços em destruir a reputação do então candidato Trump.

Esse homem, sofreu duros ataques em massa. Ataques violentos. Pegaram tudo que tinham nas mãos para atirar sobre ele e destruir totalmente sua reputação. Foi um alinhamento sistemático por parte de TODA mídia de massa global. Pelo jeito não funcionou como eles queriam.

A pergunta é: No final, quem se fortaleceu nestas eleições então? Foi a democracia americana. Sólida há mais de 200 anos, mostrou para o mundo que não existe poder acima da vontade do povo que preza pelos valores e pelo legado deixado pelos fundadores de seu país. Trump não terá plenos poderes e jamais os terão, as instituições americanas impedem isso. Mas ele nem precisa de tanto.

Donald Trump tem mais de 20 livros publicados ao longo de mais de 30 anos. Ninguém nunca falou sobre isso na imprensa. O novo Presidente dos EUA é um intelectual de mão cheia, além de ser um negociador agressivo. E como não sê-lo quando não se faz parte do establishment que está no poder e que não quer perder esse poder de forma alguma? E como derrotar essa gente sem ser muito “agressivo” como ele foi durante toda a sua campanha vitoriosa sob todos os aspectos? Não tem como.

E qual é a lição que fica?

A vitória de Trump não foi apenas um mero acaso, um mero surto de “conservadorismo” do americano comum. Um homem riquíssimo como o Sr Trump não pode ser burro, nem é. Definitivamente não. Isso não combina com o cenário. Essa vitória foi fruto de muito conhecimento, inteligência e estratégia. A mídia também conhece muito bem esses valores. Toda a mídia atual é comandada por gente inteligente o suficiente e que sabe como dominar o mundo da informação, sabem como usar esses valores. Obviamente a equipe de apoio ao Trump e ele mesmo, sabe como usar o conhecimento, a inteligência e estratégia. Conhecem os valores que criaram e sustentam a democracia americana e mantém os EUA de pé. Por isso venceram.

Então, a lição que fica é que devemos lutar  para que todos os que estão sob nossa responsabilidade no ensino e na educação, busquem o saber de forma profunda e tenham amor à verdade e ao conhecimento. A busca pelo saber, pelo conhecimento e pela verdade edifica uma nação, sustenta o ser humano, mas sua negação e o amor à mentira e enganação, só trás ruína e destruição. Não duvide disso, mas caso você tiver uma pontinha de dúvida, basta olhar em volta para ver a realidade em que nosso país vive atualmente e você entenderá o que estou tentando dizer.

 

 

 

 

———————-

Créditos:

Foto: Canal Terça Livre

Referências:

Rocha, Loryel: Os livros de Donald Trump – Via Facebook.

Cardoso, Miguel Esteves: É amarga, mas justa, a lição que D. Trump acabou de nos dar. – via www.publico.pt

Pequeno guia da novilingua e do duplipensar dos esquerdistas

ESQUERDES
O que significa neologismo?
substantivo masculino
  1. 1.
    emprego de palavras novas, derivadas ou formadas de outras já existentes, na mesma língua ou não.
  2. 2.
    atribuição de novos sentidos a palavras já existentes na língua.

O neologismo é uma ferramenta muito útil e os comunistas usam esse recurso com muita propriedade. Abaixo uma lista dos neologismos esquerdistas mais comuns e que são usados para te enganar todos os dias e seu real significado:

Quando um esquerdista diz…..     =    Na verdade ele quer dizer:…..

– Dialogo = Cuspo na sua cara e saio correndo e to cagando para o que você pensa.

– Popular/Povo = tudo aquilo que é de uso comum, sem valor e descartável

– Democrático = Comunista

– Estado Democrático de Direito = Estado Comunista Totalitário

– Voz das urnas = Minha Fraude Regularizada com apuração secreta

– Democracia = Comunismo

– Social Democracia = Comunismo

– Educação é um direito de todos = Marxismo Cultural é para todos

– Nossas instituições = Nossos QGs Comunistas

– Eleições democráticas = Eu no poder perpétuo

– Movimentos sociais = Guerrilha Urbana

– República = Comunismo

– Partidos = Companheiros

– Companheiros = Comunistas

– Cultura Popular = Destruição de valores do povo / Drogas

– Povo = Idiota útil

– Trabalhadores = Povo

– Partido dos trabalhadores = Comunistas

– Pátria Educadora = Pátria Doutrinadora.

– PAC = Plano de aceleração do comunismo

– Democratizar = Comunizar

– Elite = Conservador, seja ele rico ou pobre

– Conservador = Fascista

–  Fascista = Povo / conservador

– Oposição = Companheiros ( não temos e nem gostamos de oposição de verdade)
– Educar = Doutrinar

– Massificar = Democratizar

– Decadência = A Verdadeira democracia.

– Progressista = Marxista Cultural Militante

– Propostas Coletivas = Delicadezas Criminosas.

– Nós(1a pessoa do plural)/Nação = Eu (1a pessoa do singular)/companheiros.

– Cidadão = Povo

–  Golpe = Tudo aquilo que atrapalha nossa perpetuação no poder

– Safado = Companheiro

– Conspirador filho da puta = Companheiro que quer tomar o meu lugar na esquerda

– Temos que combater as drogas = Fomento da Cultura Popular

– Política de Educação da Juventude = Funk da periferia

– Redução do consumo e tráfico de drogas = Fomento da Educação e da Cultura Popular.

– Educação = Doutrinação Esquerdista

– Cadeia = Lugar bom para os meus opositores e inimigos

– A luta continua companheiros = A farsa continua comunistas.

– Reaça = Conservador

– Burguesia = Elite

-República Democrática ou Popular (Nome do País) = Ditadura Comunista (País amigo)

– Ideologia de Gênero = Doutrinação Marxista Cultural

– Estatuto (desarmamento, jovem e adolescente, idoso, etc etc) = Controle social

– Famílias Brasileiras = Vamos destruir através da reengenharia social

– Deus = Estad0

– Democratização da mídias sociais = Controle estatal das mídias (censura)

– Liberdade = Drogas, Bagunça, zona, destruição total

Agora pegue qualquer discurso de um esquerdista, use esse guia e veja a verdade sendo dita.

Aceito sugestões para ampliar e melhorar o nosso guia de neologismos esquerdista.

 

Resposta ao senhor W. Moura -Ator.

tumblr_n3beto3JtF1swl3rso1_1280Escrevi a resposta ao mesmo tempo em que lia o artigo do Sr Wagner Moura postou na Folha de SP: Minhas respostas em vermelho…

Ser legalista não é o mesmo que ser governista, ser governista não é o mesmo que ser corrupto. É intelectualmente desonesto dizer que os governistas ou os simplesmente contrários ao impeachment são a favor da corrupção.

O que é um legalista? Aquele que observa rigorosamente o texto da lei, sem fazer nenhuma interpretação jurídica, mas tão-somente gramatical, sem atender à intenção e ao espírito do legislador. E governista? Partidário do governo ou situacionista. Corrupção: Corrupção é o ato ou efeito de se corromper, oferecer algo para obter vantagem em negociata onde se favorece uma pessoa e se prejudica outra. É intelectualmente desonesto dizer que é contra a corrupção, afinal não existe nenhuma pessoa correta neste mundo a favor da corrupção.

Embora me espante o ódio cego por um governo que tirou milhões de brasileiros da miséria e deu oportunidades nunca antes vistas para os pobres do país, não nego, em nome dessas conquistas, as evidências de que o PT montou um projeto de poder amparado por um esquema de corrupção. Isso precisa ser investigado de maneira democrática e imparcial.

A crise que o governo colocou o país acabou com qualquer diminuição da pobreza feita com assistencialismo populista nestes últimos 20 anos. Há 13 anos me considerava um pai de família bem sucedido, hoje estou pobre, e não estou cego de ódio, apenas decepcionado comigo mesmo por acreditar que o país seria um bom lugar para criar meus filhos no Séc. XXI. Sim, o PT (e seus asseclas) criou um projeto de poder e isso está sendo investigado de maneira democrática e imparcial, sim senhor, quer você acredite ou não. Ou o senhor acha que diante dos fatos deveríamos chamar alguém da ONU ou da Venezuela para investigar e julgar seus pares?

Tenho feito inúmeras críticas públicas ao governo nos últimos 5 anos. O Brasil vive uma recessão que ameaça todas as conquistas recentes. A economia parou e não há mais dinheiro para bancar, entre outras coisas, as políticas sociais que mudaram a cara do país. Ninguém é mais responsável por esse cenário do que o próprio governo.

Esse governo só pensa em uma coisa, se manter no poder e suas criticas foram inúteis, alias, nestas criticas o senhor está mais para Diogo Fraga do para C. Nascimento nesse caso. As conquistas foram baseadas em falácias econômicas e negociatas com grandes grupos empresariais que se mancomunaram com o governo para mamar os recursos do tesouro.

O esfacelamento das ideias progressistas, que tradicionalmente gravitam ao redor de um partido de esquerda, é também reflexo da decadência moral do PT, assim como a popularidade crescente de políticos fascistas como Jair Bolsonaro.

Ideias progressistas iguais as dos irmãos Castro, do Sr Maduro, do Sr Morales entre outros tiranetes latinos americanos e de outros países africanos e do oriente médio. Esses sim fascistas e psicopatas. O Sr Bolsonaro é chamado de fascista apenas por colocar suas ideias de forma clara e objetiva, coisa que partidos de esquerda preferem esconder criando uma subversão da realidade.

É possível que a esquerda pague por isso nas urnas das próximas eleições. Caso aconteça, irei lamentar, mas será democrático. O que está em andamento no Brasil hoje, no entanto, é uma tentativa revanchista de antecipar 2018 e derrubar na marra, via Judiciário politizado, um governo eleito por 54 milhões de votos. Um golpe clássico.

Para vocês da esquerda, a urna é a única ferramenta da democracia, afinal é com ela que vocês podem se perpetuar no poder através de alterações, fraudes e apuração secreta. Urnas foram fraudadas pela Smartmatic e tudo foi gerenciado pela apuração secreta do Sr Toffoli. A esquerda já perdeu seu espaço no Brasil, afinal 80% de rejeição deste governo já é sinal suficiente de que a vontade do povo tem que prevalecer, ou seja, fora FORO de SP, fora PT e seus asseclas e seu projeto de unificação da AL. Mas infelizmente, vocês ainda dominam as universidades, jornais e TV, entretenimento, algumas igrejas e toda a massa cultural do país.

O país vive um Estado policialesco movido por ódio político. Sergio Moro é um juiz que age como promotor. As investigações evidenciam atropelos aos direitos consagrados da privacidade e da presunção de inocência. São prisões midiáticas, condenações prévias, linchamentos públicos, interceptações telefônicas questionáveis e vazamentos de informações seletivas para uma imprensa controlada por cinco famílias que nunca toleraram a ascensão de Lula.

Para o você, o estado é policialesco? Tá, se não fosse pela atuação desse juiz, que sozinho está vencendo o aparelhamento das instituições, que foram montadas para garantir que esse governo jamais sairia do poder, ninguém saberia do desprezo que esses políticos tem pelo povo que eles juram amar e ter tirado da pobreza. É um homem lutando contra os psicopatas que tomaram conta do poder no Brasil. Por isso, muitos políticos acham que o papel do juiz é inconcebível. Onde já se viu investigar um ex presidente mais honesto do mundo!! E entenda: A imprensa sempre foi controlada pelos comunistas esquerdopatas, e foi a Globosta  (empresa que o Sr presta serviços) que ajudou na eleição do Molusco sem Alma. Basta procurar no YouTube, está tudo lá. A imprensa sempre foi vermelha e sempre será nos próximos anos. A ocupação de setores importantes da sociedade por pessoas normais ainda levará décadas, mas elas voltarão.

Você que, como eu, gostaria que a corrupção fosse investigada e políticos corruptos fossem para a cadeia não pode se render a esse vale-tudo típico dos Estados totalitários. Isso é combater um erro com outro.

O Sr sabe o que é um estado totalitário? Posso dar um exemplo: Nossos vizinhos mais próximos, a Venezuela, a Bolívia, o coitadinho do Irã, Governos totalitários que o nosso ex presidente Lularápio e a Anta sempre apoiaram, mesmo o dono de cabaré Temer apóia. A cada governo de tiranetes totalitários que o PT e seus aliados apoia, me da vontade de vomitar. Quando um país possui uma elite política dominante corrupta e totalitária, dificilmente você consegue extirpar. É um câncer. Precisa de determinação do povo em ir às ruas e protestar e da coragem de meia dúzia de juízes para fazer valer a constituição, que foi montada para justamente autorizar o que estamos vivendo hoje. (E tem gente que ainda acha isso coisa de fascistas). Não se esqueça que o PT aprovou essa constituição que ai está. Fazer com que o PT pare de limpar a bunda com ela já será uma grande vitória.

Em nome da moralidade, barbaridades foram cometidas por governos de direita e de esquerda. A luta contra a corrupção foi também o mote usado pelos que apoiaram o golpe em 1964.

A esquerda domina o cenário político na AL desde a república foi sempre assim. Depois da nova república, mais ainda. Direita e esquerda, no Brasil, são apenas orientações políticas. Houve um hiato onde militares tomaram o poder e começaram a colocar um pouco de ordem na bagunça. Os militares foram apenas os tontos da história, depois de criar anos de crescimento, deram o poder de volta aos revolucionários de mão beijada em nome da “democracia”, (a esquerda que faziam um “excelente trabalho” nos bastidores), e que fuderam com tudo em nome de uma “democracia popular”. Desde a abertura democrática, TODOS os que pousaram em Brasília, jamais fizeram algo que desse ao país um crescimento econômico sustentável de longo prazo, uma educação de qualidade e uma liberdade de empreendimento para o desenvolvimento do país. Apenas pilharam os cofres às custas do trabalho e dos impostos pagos pelas famílias brasileiras. Se estamos pobres, é porque políticos e empresários corruptos loucos e psicopatas nos levaram a isso.

Arrepio-me sempre que escuto alguém dizer que precisamos “limpar” o Brasil. A ideia estúpida de que, “limpando” o país de um partido político, a corrupção acabará remete-me a outras faxinas horrendas que aconteceram ao longo da história do mundo. Em comum, o fato de todos os higienizadores se considerarem acima da lei por fazerem parte de uma “nobre cruzada pela moralidade”.

Precisamos sim limpar o país de políticos e empresários incompetentes. Aposto que o Sr ficaria puto se tivesse que atuar ao lado de atores e profissionais incompetentes o tempo todo e que só detonariam com seus projetos e sonhos. Pense bem, é claro que o Sr prefere trabalhar com os melhores e mais competentes artistas do mundo ao lado de todos profissionais de alto gabarito de sua área de atuação. Limpar, sim, e entenda o limpar em nunca mais deixar que os políticos bandidos atuais se reelejam a qualquer cargo público para sempre.Que eles voltem à sua insignificância de onde eles nunca deveriam ter saído. Que sejam jogados na lata do lixo. Tenho certeza que o senhor ficaria feliz se os atores ruins de sua área fossem fazer outra coisa da vida que não fosse atuar em seus filmes.

Você que, por ser contra a corrupção, quer um país governado por Michel Temer deve saber que o processo de impeachment foi aceito por conta das chamadas pedaladas fiscais, e não pelo escândalo da Petrobras. Um impeachment sem crime de responsabilidade provado contra a presidente é inconstitucional.

Janaína Paschoal uma excelente jurista, advogada e professora que desmascarou essa tese facilmente, ela foi OVACIONADA pelos deputados (e olha que muitos são bandidos). Basta ver suas entrevistas e a propriedade com que expõe seu trabalho, que diga-se de passagem é excepcional. Mesmo tendo apoio de um comunista nato, o Sr Bicudo.

A jurista mostra como Dilma, assim como típico dos comunistas, acha que tudo do governo é propriedade dela.

O PT tomou o estado de assalto. Se agigantou. O Lula acha que é tudo dele, que ele é onipotente, um deus. Basta olhar o que ele é na verdade e vemos que esse senhor não é lá muita coisa. Ele tem em posse dele um monte de coisas que não são dele, mas que ele pegou, e o que é de fato dele, ele nega. É como eu disse: Comunistas distorcem a realidade. A Dilma é comunista sim e revolucionaria. E assaltou o Estado literalmente com armas e depois só com canetas e uma verborragia incompreensível. Se apropriou do estado vendendo cargos . Ela ainda tenta fazer isso com os cargos que sobraram com a debandada do PMDB.

O nome de Dilma Rousseff não consta na lista, agora sigilosa, da Odebrecht, ao contrário dos de muitos que querem seu afastamento. Um pedido de impeachment aceito por um político como Eduardo Cunha, que o fez não por dever de consciência, mas por puro revide político, é teatro do absurdo.

Ela é do babado, ela é experiente, já fez parte de grupos de assalto. Ele pode parecer estúpida, mas não é burra totalmente, seria uma estupidez ter o nome em uma lista onde ela é a organizadora. Esse Cunha é do babado também, bandido. São canalhas que mamam nas tetas do estado.

O fato de o ministro do STF Gilmar Mendes promover em Lisboa um seminário com lideranças oposicionistas, como os senadores Aécio Neves e José Serra, é, no mínimo, estranho. A foto do juiz Moro com o tucano João Doria em evento empresarial é, no mínimo, inapropriada.

Sr Moura, esses fatos não minimizam em nada a responsabilidade do governo nos atos de corrupção. Esquerdistas tem a mania de relativizar crimes. Em um país democraticamente amadurecido, TODOS que praticam crimes devem ir para a cadeia.

E se você também achar que há algo de tendencioso no reino das investigações, não significa que você necessariamente seja governista, muito menos apoiador de corruptos. Embora a TV não mostre, há muitos fazendo as mesmas perguntas que você.

As perguntas que o povo está fazendo é: Porque a Dilma ainda está no governo? Quando o juiz irá expedir o pedido de prisão do molusco? E será que vai ter prisão suficiente para abrigar todos os políticos e empresários corruptos?

Pra finalizar: Se a presidente tivesse um pouco de grandeza, pediria para sair, e livraria o país dessa agonia sem fim.

Vamos para as ruas!!

bandeiraPosso dizer aqui que meu sentimento com relação ao Brasil no dia de hoje é o de mais profunda tristeza. Estou me perguntando o que eu poderia ter feito durante toda minha vida para que esse sentimento de tamanha indignação e tristeza fosse evitado hoje. O que eu poderia ter feito para não ter que ver o meu país ser pilhado, roubado, por uma horda de zumbis sem alma?

Verdade seja dita, o molusco sem alma é o virtual presidente do país, na verdade nunca saiu. A esquerda nos deu um ippon. Roubado, com a ajuda do juiz, é claro. E, por enquanto, ganham o jogo. Foi um plano muito bem arquitetado. Eles deram os passos certos com as ideias erradas. Foram inteligentes e por não terem alma, usaram TODAS as ferramentas necessárias.

Não sou um sociólogo, nem um cientista político, sou apenas um cidadão comum indignado que reclama pelo Facebook. Sou um cidadão comum que durante 45 anos foi doutrinado pelo Marxismo Cultural, que teve a boca adoçada com o mel que as esquerdas sabem que apetecem todos os idiotas, jogam para nós as ilusões falaciosas que destruíram muitas coisas que meus pais lutaram para me ensinar. Eu, um brasileiro idiota que, na juventude, acreditou que a realidade era o que me mostravam.

A esquerda é inteligente e sagaz, não respeitam nada. Eles sabem usar os desejos humanos como ninguém. Atua de forma primorosa com os sete pecados capitais. Corrompem e são corrompidos. Usa a mentira como ponta de lança. Usam pessoas como objetos e depois os descartam. Contam histórias da carochinha e contos de fadas distorcidos como se fossem reais. Se apropriam das universidades, dos colégios e das escolas fundamentais e sistematicamente nos vitimizam, nos vilipendiam a cultura e o saber verdadeiros, nos fazem acreditar nas mais loucas mentiras. E fizeram isso por anos. Com isso, neutralizaram seu maior temor: a força das pessoas comuns a reagirem rapidamente a algo inimaginavelmente louco, a reagir aos seus planos de poder total que eles tinham em mente: que é o controle social completo. Fizeram as pessoas a achar isso algo relativamente normal. E eu, mesmo que eu esbraveje nas redes sociais, sou incapaz de reagir rapidamente, de sair como louco atrás deles com uma arma na mão.

Hoje, indo buscar meus filhos na escola, olhei para os transeuntes nas ruas, os motoristas,as pessoas voltando para casa do trabalho. Tudo normal como sempre. E me perguntei: – Porque o país não está pegando fogo como imaginei? Afinal fomos humilhados!

Ora somos cria da esquerda, eles nos doutrinaram, doutrinaram a geração que veio depois da minha muito mais e doutrinaram a geração atual que está mais perdida que barata em galinheiro e só quer viver o prazer do agora.

Pensei nos bastidores de Brasília e imaginei os políticos comemorando com champanhe francesa, rindo alto e felizes por ter seus planos finalmente concretizados. E nós, aqui, vivendo nossas vidas miseráveis, indignados e postando toda essa indignação nas redes sociais feito loucos.

“Precisamos ir até Brasília”, dizem uns, ou “vamos quebrar tudo” dizem outros, é isso mesmo. É insano ficar parado. Seis milhões nas ruas em uma passeata no domingo e três dias depois, após o golpe de mestre da esquerda, não pode só meia dúzia de gatos pingados gritando palavras de ordem na frente do congresso que é protegido pelo exercito. Precisamos tomar as ruas!

A esquerda aprendeu que não é necessário usar armas para dominar tudo. Apenas poder e dinheiro. E sim, claro, seus estatutos, principalmente o do desarmamento, só pra garantir.

Para mim, a musica Inútil do Ultraje, é atualíssima. O Roger sabia o que dizia, ele tinha a visão, mas nós não, e achávamos engraçada a letra. Riamos da nossa própria desgraça. Não me esqueço da musica “Que país é esse?” que é uma indignação, só que musical, é, ela dispensa comentários. Mas hoje é diferente. Acordamos depois desse tapa na cara.

O que podemos fazer então?

Nós, a classe média coxinha e que leva a porra desse país nas costas pode e deve se rebelar. Só dou algumas dicas:

  • Vamos deixar de pagar impostos: Uma boa chance é o IR que está vindo ai. É só não entregarmos. Quem se habilita? Fomos criados e acreditar que devemos isso ao Estado. Devemos alimentá-lo, afinal precisamos dele desesperadamente. E não entregue para ver o que acontece. Temos medo de entrar para a divida ativa da união. Somos honestos. Somos coxinhas. Mas se tiver que fazer isso, vamos fazer.
  • Governo Paralelo: Podemos criar um governo paralelo conservador e não reconhecer o governo “oficial”. Poderíamos juntar gente disposta a isso. Sigo diversos conservadores nas redes sociais, gente muito boa que poderia ajudar nesse sentido. Quem se habilita a dar o primeiro passo? Vamos articular.
  • Desobediência civil: Vamos desobedecer qualquer coisa que venha dessa gente, vamos ignorar o governo golpista. Bem, somos um povo pacifico e obedecemos as leis. Mas agora é game over para o PT.
  • Greve geral: Parem tudo!  Nem quando o PT era “oposição” tivemos greve geral e irrestrita. Temos contas para pagar, temos filhos para criar. Temos provas para fazer, temos uma vida e muito a perder. Esqueçamos tudo, devemos agir e já!

Na real, vejam, estamos em muita desvantagem. Não temos gente preparada tanto intelectual e politicamente para fazer isso no curto prazo, não temos líderes conservadores de verdade a no congresso. Mas temos gente de boa vontade nas redes sociais se preparando como se deve. Logo eles estarão prontos.

A lição está ai na nossa cara. É duro ver a realidade, mas se levaremos pelo menos mais quarenta anos para reverter o jogo, devemos seguir os passos que eles usaram estrategicamente contra nós, eles fizeram a lição de casa deles e devemos fazer a nossa do nosso jeito. Temos que ser mais inteligentes. Preparemo-nos. Vamos estudar profundamente os nossos passos. Vamos criar pensadores, gente nossa de verdade. Da gema. Ao mesmo tempo vamos agir AGORA com o que temos:Vamos para as ruas durante a semana, vamos tomar nossos quarteirões, nossas comunidades, vamos bater panelas na cara deles, vamos envergonhar os políticos em restaurantes, aviões, cafés, lojas, onde eles estiverem. Vamos jogá-los na lata do lixo.

No médio e longo prazo: Tomemos de volta as universidades e as escolas. Vamos enfrentar os professores de história, os sociólogos, os doutores em filosofia, os padres da teologia da libertação, essa gente nefasta que só nos enganou por décadas. Vamos educar nossos filhos dentro da fé cristã, vamos fazer de tudo para conservar as coisas admiráveis que nossa civilização criou e que estão sendo sistematicamente destruídas.

E respondendo às minhas primeiras perguntas: Onde foi que eu errei? O que eu poderia ter feito?

Apenas deveria saber quem eu verdadeiramente era, olhar para meu ser interior. Mas não fiz isso, não fiz por que eu estava muito ocupado olhando o mundo ao meu redor com cara de bundão. Agora, o que me resta é enfrentar a realidade, manter a sanidade e me desculpar com meus filhos por deixar para eles um país tão caótico, mas ao mesmo tempo, vou mostrar que, com o povo, não se brinca!

A inveja no Brasil é cultural…

.

mstApós todos esses episódios ocorridos na política e na vida dos brasileiros nos últimos meses, com todas essas investigações de corrupção envolvendo políticos e um ex presidente muito popular e auto vitimado pedindo a reação de todos os setores de esquerda e movimentos populares como MST e similares para preparar uma “guerra” contra as leis que estão sendo finalmente aplicadas como se deve, me veio a seguinte pergunta:

Como é possível que no Brasil dê tão certo qualquer ideologia marxista cultural?

Entidades como o MST e similares, sempre se colocam como vitimas de uma situação. Eles se colocam como vitimas do mundo cruel e malvadão.

Uma das características, um dos traços mentais mais claros e notados na psique do povo brasileiro é o culto a inveja. Nós brasileiros, de uma maneira geral, somos invejosos. Digo isso sem rodeios. Todos nós nos colocamos como vitimas da situação  e somos capazes de nos comportarmos assim. Isso também acontece mesmo com as pessoas mais equilibradas e sensatas quando baixamos um pouco a guarda, sim elas podem ter um comportamento invejoso, afinal são humanas.

Toda vez que alguém diz que está do lado dos despossuídos, toda vez que alguém diz que alguém tem uma posição privilegiada que nos oprime e nos subjuga, automaticamente nós colocamos em uma posição de apoiar esse cidadão justiceiro social. Qualquer espécie de perseguição aos “pés descalços e descamisados” são compensadas com punições aos que deram certo e a ascensão dos que nada tem de mérito.

Então, qual é a matéria prima que se nutre o MST, por exemplo?

O MST se nutre da ideia de que os fazendeiros, por exemplo, são uma porção de gente completamente má, gente que é parecida com aqueles senhores de escravos que são retratados em novelas de época. Passam a ideia de que essas pessoas que estão invadindo as fazendas produtivas ou não, são pessoas completamente perseguidas, pobre, miseráveis e injustiçados, quando , na verdade, essa é apenas uma espécie de fantasia, vamos colocar assim, pois é desta forma que a mente dos brasileiros funciona é assim que entendemos o mundo. Vamos pensar e analisar os fatos em si.

O que verdadeiramente faz os movimentos ditos “populares”?

Eles reúnem nas cidades principalmente as pessoas desempregadas.

Mas porque estão desempregadas?

Simples, eles estão desempregadas por conta do nosso modelo econômico estatizado. Pessoas ficam desempregadas pelo simples fato de que dar emprego no Brasil é uma ação de altíssimo risco para empresas e por outro lado o estado suga parte dos rendimentos de ambos os que atuam nesse jogo. Então, essas pessoas desempregadas se tornam vitimas e se convencem o quanto elas são vitimas da sociedade e do mundo que as oprime. Assim, elas são levadas pelos movimentos sociais, sindicatos e MST para organizar invasões que são clara e absolutamente programadas, essa gente fala antes para mídia que essas ações irão acontecer. Tudo isso pago com o dinheiro dos impostos gerados por aqueles que trabalham e produzem efetivamente.

Como é possível que os brasileiros sejam capazes comprar uma historinha tão primaria quanto essa?

Porque os brasileiros, cegos pela inveja de qualquer pessoa que tenha dado certo, aderem a qualquer processo persecutório daquela ideia de quando dizemos:

– Bem, nós temos que melhorar a injustiça do mundo perseguindo aqueles que tem alguma coisa, essa gente rica que nos oprime. Esses capitalistas malvadões que não distribuem a renda.

Essa é a mais simples e primaria das atitudes humanas que é a inveja pura e simples.

De todos os sete pecados capitais a inveja é o pior deles, pois não tem a virtude dos três mais divertidos que são: a gula, a luxuria e a preguiça e, dos quatro que sobraram, é o pior de todos, pois o invejoso é aquele sujeito que não suportando a ideia de não ter aquilo que o outro tem, ele tudo faz, empreende todo seu esforço para que o outro perca aquilo que ele mesmo desejaria ter.

Portanto, o invejoso é basicamente um ser destrutivo.

No Brasil a inveja está presente o tempo todo e ela fundamentalmente fomenta aquilo que o estado impõe que são, por exemplo, impostos em geral e taxações sobre grandes fortunas, a criação de uma lei que impossibilita a herança, ou seja, a herança só funcionaria por uso fruto, você só herdaria o que você poderia usar, não mais do que isso e o resto passaria para o governo, impostos sobre bens luxuosos, imposto de renda progressivo sobre rendimentos, etc. Isso mostra muito bem o senso de inveja dessa gente que comanda o estado e que cria essas leis. Com isso não existe a menor chance do cidadão comum como eu e você enriquecer quando se perseguem os que verdadeiramente deram certo, pois os que dão certo são os que vão criar empregos e oportunidades para aqueles que não tem nada.

Portanto, um pais cheio de invejosos é um país que fica pobre, que é o nosso caso hoje. Basta olhar a realidade que nos cerca. E que não só fica apenas pobre, mas fica muito mal de uma forma geral. Pois, todo o tipo de barbaridade, motivada por uma pretensa justiça social passa a ser justificada e apoiada popularmente por uma maioria desconectada da realidade. E essa é a raiz do apoio que demos durante décadas aos movimentos de esquerda no Brasil.

Acho, depois de tudo que estamos vivendo, que isso sirva de lição aos que ainda pensam que justiça social se faz com a destruição das coisas admiráveis, as mesmas coisas que trazem a verdadeira riqueza para as nossas vidas e almas.

Texto adaptado e transcrito de uma aula do Prof Monir Nasser.